Transição de carreira: Qual o momento certo de mudar?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Certos momentos da nossa vida profissional, nos sentimos literalmente de “saco cheio” rs. A gente começa a olhar para trás e perceber que estamos, de certa forma, estagnados em nossas carreiras. Nos sentimos perdidos e sem saber para onde ir. Isso já aconteceu com você?

Então, talvez seja um sinal para você fazer a uma “Transição de Carreira”. E quando falamos sobre isso, estamos nos abrindo a novas oportunidades que darão, certamente, uma agitada em nossa vida.

Mas, Gabriel, qual é o momento certo de fazer essa Transição? É sobre isso que o texto de hoje vai falar! E aí, o que você acha? 😉

O momento certo de fazer a transição de carreira

Decidir quando é a hora certa para se reinventar nem sempre é uma missão muito fácil- e sabemos disso. Reconhecer esse momento na sua vida, então, nem se fala. Para tentar deixar as coisas um pouco mais claras, que tal prestar a atenção nestes cinco passos que separei para você?

São dicas para que você perceba que chegou esse momento em sua vida- e você não pode mais negar.

Sentir uma desmotivação diária

Como falei antes, é comum que um dia ou outro você se sinta desmotivado e com vontade de ficar na cama assistindo Netflix. Mas isso não pode ser uma regra na sua vida, ou seja, você não pode se sentir assim todos os dias!

O ideal mesmo é identificar a causa dessa sensação- e fazer isso o quanto antes! Veja se são coisas pontuais e que podem ser resolvidas facilmente. e repensar sua área de atuação.

Evitar falar sobre a sua profissão

Quando você está numa roda de amigos, e alguém te pergunta o que você fez na semana, você fala sobre tudo, menos sobre a sua produção laborativa? E, quando é forçado a falar sobre uma situação de emprego, sempre percebe que diz sobre ele, algo que te desanima, te deixa estressado ou até mesmo ansioso? Bem, talvez você devesse repensar algumas coisas aqui.

Leia também: Não gosto do meu trabalho- o que devo fazer?

Não entregar o seu melhor

Sabe aquela gana que você sentiu no primeiro dia do emprego novo? De fazer a diferença? De ser o cara da revolução? Pois é… Me conta como estão os dias agora? Você tem a mesma vontade, o mesmo desejo, ou não?

É normal que você se dedique mais para aquilo que te faz feliz. Logo, se a sua profissão não está te realizando dessa forma, é comum que você se sinta menos empenhado em gerar os resultados ALÉM do esperado. É como se você colocasse na sua cabeça que o ideal é manter o padrão, rendendo o de sempre, fazendo as coisas que sempre se propôs a fazer.

O tempo demora muito a passar

Você chega no emprego, faz café, vai ao banheiro, arruma a mesa, liga o PC… E mal se passaram 10 minutos. E logo você começa a trabalhar, e faz reuniões e ainda não chegou a hora do almoço. Parece que você está preso num ciclo sem volta! E mais: quando sai da empresa, é como se você tivesse aquela sensação de liberdade!

O seu emprego não é prisão, galera! Você deve se sentir feliz e realizado fazendo as coisas que você faz, sentindo que você tem o seu valor e contribuindo para tornar o mundo, um lugar melhor. Se o seu tempo demora muito para passar, então, talvez devesse repensar as coisas…

Queixar-se do emprego que possui

Aquele Happy Hour depois do serviço virou uma queixa sem fim das coisas do trabalho? EITA! Não era pra ser assim. Tudo bem que não estamos felizes o tempo todo… Mas falar mal sobre seu trabalho, num momento que deveria servir como descontração, não é descontrair. Né?

Não existe uma luz verde que vai piscar para você na hora certa de fazer a sua Transição de Carreira. Você vai sentir essa mudança, essa vontade de fazer coisas novas, de finalmente se realizar, profissionalmente. Eu adoraria saber um pouco mais sobre o que você tem a dizer: Vamos conversar por WhatsApp?

Scroll Up