90% dos trabalhadores brasileiros são infelizes no trabalho

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Seria, realmente, alguma novidade se eu te dissesse que o índice de trabalhadores infelizes no Brasil está alto demais?

Mais de 90% dos trabalhadores estão infelizes de alguma forma, segundo um levantamento feito por Fredy Machado, consultor de carreiras.

Desse total, estima-se que 36,52% estão infelizes no trabalho que realizem e outros 64,24% gostariam de fazer algo mais interessante, que atenderia a seus desejos e expectativas- e assim, passariam a se sentir mais felizes.

Leia também: 06 sinais que o seu trabalho está te deixando infeliz

Dentre os motivos mais comuns, podemos citar, por exemplo, a escolha da profissão muito cedo (em média, aos 18 anos) ou até mesmo, através da imposição dos pais, varrendo para debaixo do tapete, uma série de fatores pessoais.

É como se nós trabalhássemos a vida toda no modo automático, com a intenção única e simples de ganhar dinheiro.

Maus hábitos de vida, péssimas condições de trabalho, descontentamento com a realidade. Você já viu esse quadro antes?

E não para por aí…

No nosso país, estima-se que 5,8% da população sofra com depressão- fazendo com que o o Brasil ocupe o quinto lugar com maior número de casos na OMS- Organização Mundial da Saúde. Para se ter uma ideia, ela é a segunda causa de maior afastamento das atividades laborativas, podendo, facilmente, se tornar a primeira até 2020.

Em 2016, por exemplo, a Previdência, afastou 75,3 mil trabalhadores por causa de fortes quadros depressivos, sendo que destes, 37,8% do total de licenças por distúrbios psíquicos.

Segundo um estudo realizado pela London School of Economics, em 2016, afastamentos por doenças psicológicas causam perda de US$ 246 bilhões por ano no mundo todo- sendo no Braisl, um total de US$ 63,3 bilhões no Brasil.

Pessoas mais felizes, que se sentem realizadas, produzem 33% mais do que as infelizes e por isso, a solução é encontrar um propósito de vida e trabalhar por conta ou em empresas que compartilhem dos mesmos valores.

Segundo Machado, pessoas mais felizes produzem 33% a mais que as infelizes. Para ele, a solução é definir um propósito de vida e trabalhar em uma empresa com os mesmos valores.

Sinceramente, não é normal você ficar puto todo domingo à noite e com medo do seu despertador tocar toda segunda-feira de manhã. Eu vivenciei na minha pele, até conseguir olhar a vida e as relações pessoais e interpessoais de outra forma. E acredite quando eu digo que sim, dá pra mudar. E ser feliz, fazendo exatamente o que você nasceu para fazer. Vamos conversar sobre isso? Me chama no Whats! Ou escreva seu depoimento abaixo, nos comentários! =)

Scroll Up