05 erros que você NÃO pode cometer na Transição de Carreira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

É sem dúvida desafiador fazer uma transição de carreira. Levamos anos para construir nossa trajetória profissional, até chegar um dia que descobrimos que ela talvez não vai nos deixar verdadeiramente realizados.

Há várias explicações para que isso aconteça, uma delas é o constante curso de mudança que existe em nossas vidas todos os dias, e o que poderia ser bom para nós há 5, 10 ou 15 anos atrás, hoje pode não nos servir mais.

Não adianta estar ciente do problema e não mudar este padrão
Não adianta estar ciente do problema e não mudar este padrão

Mesmo sendo difícil a mudança de carreira, ela pode valer muito a pena, Especialmente pelo motivo de investir em algo que irá te proporcionar uma realização maior ao encontrar seu verdadeiro propósito de vida.

Leia também: Trabalhar com o que gosta é realmente possível?

Para tomar essa atitude com clareza, separei alguns pontos que gostaria de discutir com você, vamos lá?

Não faça a transição sem autoconfiança

O primeiro ponto que a maioria das pessoas pulam ao fazer uma transição de carreira é justamente essa: trabalhar a autoconfiança. Não se esqueça que você estará saindo da sua zona de conforto, saindo da sua rotina e de funções que já está acostumado a fazer.

Dessa maneira, é considerável estar preparado para enfrentar dificuldades, tendo a consciência que nem sempre irá acertar. Seguir uma nova trajetória sempre é um desafio, por mais que você tenha, hoje, a sua experiência…

Por esses e outros motivos trabalhe sempre a sua autoconfiança, e não se esqueça que todos estamos sujeitos a erros, e são eles que nos farão crescer verdadeiramente.

Não pule etapas de planejamento

A transição de carreira é um grande passo a ser dado e não fazer um planejamento (financeiro, objetivos e etc) antes é bastante perigoso.

Saiba que essa transição pode levar entre seis meses a um ano, isso dependendo da área, condição ou do tipo de carreira que esteja buscando.

Embora seja um processo comparativamente lento para alguns, a transição de carreira pode ser o que você necessita para iniciar uma vida que valha a pena ser vivida.

Você pode ter 20 ou 40 anos, é fundamental pensar no futuro que você deseja para si e para as pessoas próximas, afinal, se você não fizer nada agora, o seu futuro será provavelmente muito parecido ao seu presente e se o seu presente não está te fazendo feliz, o seu futuro será igualmente sem graça;

Deixar de pesquisar mais opções além das mais conhecidas

Há uma enorme variedade de possibilidades para serem exploradas. Saia do comum e abra a sua cabeça;

.Antes que decida seu caminho, veja quais são as suas alternativas, fale com pessoas do mesmo segmento e conheça bem o mercado em que deseja estar, para que a sua escolha possa ser assertiva. O mundo digital por exemplo oferece milhares de opções diferentes para todos os ramos, basta você identificar algo que tenha a ver com a sua essência.

Não se preparar o bastante

Entrar em outra carreira, exige que tenha que aprender coisas novas, seja por qual meio for: palestras, workshops, leituras, imersões, vídeos no YouTube, etc.

Prepare-se para a sua nova carreira

Pular essa fase ou deixar para mais tarde pode acabar atrasando o processo e te fazer dar “voltas” desnecessárias no processo.

Desistir da sua transição de carreira

Mudar de carreira como já falei antes é DESAFIADOR, e muito provavelmente você terá vontade de desistir. E isso é ótimo na verdade, quanto mais desafiadora alguma coisa é para você, mais você tende a crescer e melhorar como ser humano. Não desista jamais, o verdadeiro fracasso é quando você desiste e não quando as dificuldades aparecem no seu caminho.

Eu passei por todos esses aspectos quando fiz a minha transição de carreira para atuar como coach de propósito de vida. E, seria um enorme prazer que você permitisse que eu compartilhasse este ensinamento a você: Me chama no Whats!

Scroll Up